Não tenho por hábito escrever sobre colegas de profissão ou figuras públicas mas neste caso abri uma exceção.

Hoje acordei com o vídeo da Sofia. Fiquei colada a ver o vídeo sem sequer pestanejar. Caramba. Perguntei-me mentalmente dezenas de vezes o porquê de isto estar a acontecer.

Mas este “bandido” que se desengane se acha que vai vencer esta batalha. Vai levar uma tareia que nem vai saber de que terra é.

A Sofia tem dado brilhantemente o exemplo de luta, de não desistir e de ser uma guerreira a todas as outras mulheres que lutam contra este bandido e estão nesta batalha sem tréguas.

Tenho tendência nestes casos a ver sempre as coisas da forma mais positiva possível e acredito que a Sofia vai vencer esta luta. Não há outra maneira.

Acho extraordinário a Sofia usar a própria doença para transmitir uma mensagem diária de esperança e inspirar milhares de mulheres que estão na mesma situação. A isso chama-se bondade e generosidade.

Sei que não deve ser fácil, nada fácil, o conter o choro como ela conteve enquanto rapava o cabelo.

Acredito que lhe deva apetecer desabar e isolar-se muitas vezes mas gabo a garra e a coragem que ela tem em não o fazer e em expor-se sem filtros. Muito poucos conseguem expor-se quando estão a sofrer. Muito poucos. És uma guerreira.

Obrigada Sofia. Pela partilha, pela inspiração e pela coragem.
Confia. Vai tudo dar certo.

#Inês