AEEF7B8E34294F7DBF881ACAC9D845E5_IMG 4EFFF3DC7C2A4DDD86E68AA3B1605C6B_IMG


Hoje mostro-vos a perspectiva de quem me treina diariamente.
Como é estar do outro lado com uma aluna tão dificil e chata. Sim sou eu, muito gosto, chamo-me Inês .
Em baixo, texto de Bruno Queirós – Meu Personal Trainer e meu namorado (sim, não sei onde tinha a cabeça para namorar um PT).

#Inês

Motivação… É apenas uma palavra mas podia ficar horas ou mesmo dias a falar sobre ela.

Como Personal Trainer, é uma das mais complexas e importantes ferramentas que uso diariamente.
Motivar alguém pode ser a tarefa mais fácil ou difícil de se conseguir.

Requer uma atenta e perspicaz leitura da pessoa que estou a treinar. Esta leitura pode fazer a diferença entre o sucesso ou o fracasso do meu trabalho. Se não souber como o motivar ou o quê que o motiva, então será muito difícil ou mesmo impossível ter sucesso.

Hoje falo sobre um dos casos mais difíceis que tive em toda a minha carreira. Falo sobre Inês Simões, minha aluna e namorada. Quando conheci a Inês, tivemos de imediato uma grande química, mesmo que tenha sido a discutir e a parar uma mesa inteira a olhar para nós enquanto “nos divertíamos” a “lutar incessantemente”.

Mais tarde , quando nos conhecemos melhor, vi nela a mulher que preenchia os meus ideais , mas infelizmente não todos..
Aqui entramos no meu trabalho, no Lifestyle que defendo e em que me sinto bem, que em nada tinha a ver com o dela.
Passo a explicar:
– enquanto eu treinava, a Inês passeava ou vi-a filmes no sofá;
– enquanto eu comia a minha salada, a Inês devorava uma lasanha;

Enfim, tivemos um grande choque no início, lembro-me que discutíamos todos os dias. A Inês tinha um estilo de vida que em nada era saudável.

Minto se disser que consegui ser apenas seu namorado… Não consegui, desculpem. Não consegui ver uma pessoa de quem gostava a destruir-se lentamente .. Sim!! A destruir-se, porque não tenham dúvidas que a maior parte das doenças se devem à vida não saudável que as pessoas vivem. Nós não “fomos feitos” para comer comida processada, dormir 4/5h e ficar sentados em frente a um computador o dia inteiro.

Lembro-me de a Inês se desculpar com o seu problema de saúde (Hipotiroidismo), que por isso não conseguia emagrecer.. Quando lhe respondi que a comer lasanhas, pizzas e torradas era muito difícil realmente.

Após muita discussão, lá consegui que a Inês desse uma oportunidade a si mesma, consegui que me ouvisse finalmente : “ Sim Inês, é possível emagreceres e seres mais saudável. Vais ver que com exercício físico e uma alimentação equilibrada vão terminar os teus inúmeros problemas de saúde”. Sim, porque as nossas primeiras semanas de relação foram passadas em hospitais e clínicas a curar as suas doenças, que é sempre uma animação..ou não !!

Começamos então os treinos e fez uma consulta com o Nutricionista André Matias.

Começa aqui a grande luta!! A Inês odiava treinar, foram discussões e discussões até ela perceber que o treino tinha que fazer parte das suas prioridades e parar de arranjar desculpas sucessivas para não o fazer. No inicio treinava uma semana e ficava outra sem treinar, não fazia nada do que pedia e o seu empenho era igual a zero. Estava ali presente fisicamente mas o treino não rendia o que eu desejava. Cheguei mesmo a deixa-la “plantada” no meio de um treino, ficava revoltado com a falta de empenho dela.

Passando esta fase negra, lá conseguimos aumentar a qualidade do seu treino. Até que, lhe lancei um desafio. Propus-lhe treinar 4xsemana durante 6 semanas em troca de um presente. Foi a minha estratégia para a motivar a treinar com regularidade.. e resultou!

Hoje é a Inês que me pergunta quando é o seu próximo treino, ao invés de se fazer de esquecida com esperança de escapar a mais umas gotas de suor.

Hoje já escolhe a sua salada sem ser preciso o meu “olhar 33” que ela tão bem conhece na hora de pegar na ementa.

Hoje abro o seu frigorífico e em vez de ver Pizzas, Gelados e chocolates, vejo saladas, ovos e tudo do que é saudável.

Após tudo isto, a Inês já não faz mais visitas às suas amigas do Hospital, não se queixa de dores nas costas, não se queixa dos muitos kg que já perdeu e ficou uma mulher ainda mais bonita e vistosa.

Como consequência está a ser muito mais solicitada profissionalmente e adivinha-se um futuro promissor e com muito sucesso em breve!!

Obrigado Inês por teres dado uma oportunidade a ti mesma e de me teres deixado, a muito custo, ajudar-te. Hoje és uma mulher diferente e para muito melhor. Eu, como teu namorado e teu Personal Trainer temos muito orgulho em ti. “Keep Going”!!

Bruno Queirós

Fotos de Jackie Leite